quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Sin Testimony #1 part 1



Decidida a descobrir quem é o SinneR por detrás do blogue que tão bem põe alerta os sentidos, enviei-lhe email. Foi muito pronto na resposta, mas confesso que não foi o que esperava. Pensei que ele seria mais atrevido, mais ousado. O facto de não o ter sido intrigou-me. Ele é tímido, por incrível que pareça! Apesar disso, a conversa foi fluindo e lá chegámos ao assunto sexo e à normal troca de ideias – gostos e afins.
No dia em que o conheci, fiquei o tempo todo a minar-lhe os lábios e a imaginar fazer com eles as coisas mais pérfidas, isto enquanto o escutava atentamente. Tinha o cérebro a trabalhar em dobro: se por um lado estava armada em doida, por outro estava a ouvir e a absorver cada palavra que saía daquela boca tremendamente apetecível.
Fiquei tão arrependida de não lhe ter roubado um beijo, e parece que ele ficou arrependido de não me roubar por completo. Com isto, percebi que os dados estavam lançados e que dali até nos entregarmos à luxúria, seria um passo.
Não passou muito tempo até nos encontrarmos de novo, já num sítio mais calmo e propício a devaneios não só da mente, como do corpo também.
Lembro-me de ele me ter chamado de provocadora… que de tímida não tenho nada! Não sei porque o disse. O que aconteceu foi que apenas me despi, sem pudores, à sua frente. Tinha calor, precisava de me refrescar.
Não demorei muito a ficar vendada e à sua mercê. Algo dentro de mim já latejava. Estava ansiosa para senti-lo.
Embora privada da visão, senti-me compensada com duas mãos, simultaneamente delicadas e ansiosas. Fui percorrida lenta e suavemente pelo tronco. Senti-me arrepiar com aquele toque excelso e sublime. Raios, o homem estava a deixar-me derretida. Foi quando senti a sua respiração quente no meu ouvido e percebi que ia começar a usar, finalmente, os lábios que eu tanto cobicei (e cobiço!).
Senti-me aflita, queria beijá-lo, mas ele teimava em fazer-me esperar. Quando se aproximou da minha boca não me acanhei. Agarrei-o pela camisa e puxei-o para mim. Depositei a minha boca na dele, e as nossas línguas chocaram, como dois titãs, e gemi na boca dele. A subida ao Paraíso estava a ser divinal.
Daí a deitar-me na cama, foi um instante. Senti-me venerada pela boca dele. Fui lambida suavemente, em todos os sítios possíveis e imagináveis. Senti os meus mamilos duros a serem trincados pelos seus dentes. Senti a sua língua a roçar-se neles e as minhas mamas a serem sugadas pela sua boca. Arquejei, não estava a aguentar… queria mais! Deve ter percebido, porque começou a descer, mas fez um desvio e levou a boca pelas minhas coxas, deixando-me (para já!) apeada, passando pela curva do meu joelho e terminando com beijos castos e delicados no meu pé.

continua...

escrito por: Ela

30 comentários:

Nuno Filipe disse...

E eu aqui ... imaginando ... imaginando-me
.
Cumprimentos

{Λїtą}_ŞT disse...

Que delícia... ansiosa por ver a continuação.
Agradeço sua visita, já a estou seguindo.

Beijos

Alexandra disse...

UUUUiiiii está a começar aquecer!!!!
Venha lá o resto!!!
bjs

Filipa Silva disse...

Hummmm que texto interessante, imagino o momento... mas vou ficar à espera do momento da........explosão, lkkkkkkkkkkk


Gostava de receber a sua visita caso possa e queira, claro.

http://anseiosedevaneiossexuais.blogspot.pt/

Beijoca doce

Lady Bug disse...

Hummmm, fiquei curiosa também... Pelo menino tímido... :D

Sinfodónica disse...

Muito bom... promete!!!
Fico a aguardar o desenvolvimento... ansiosamente ;)))

Rei doce disse...

Tenho serias suspeitas que ira acabar muito bem..
desculpem vir cuscar.

Bandys disse...

Esta ficando caliente,
vamos ver a continuação...

beijos

A. disse...

há algum mal em ser tímido?

Cadinho RoCo disse...

Hum, já imagino sequência tão deliciosa.
Cadinho rOcO

LÍRIO SELVAGEM disse...

Um encontro que se avizinha escaldante...
Aguardando a continuação :)

SinneR disse...

Nuno Filipe... o melhor é mesmo passar da imaginação para a realidade.

abraço

SinneR disse...

{Λїtą}_ŞT... antes de mais seja muito bem vinda.
a continuação está mesmo, mesmo a chegar, fique atenta ;)

bj doce

SinneR disse...

Alexandra... é sempre bom quando aquece, não achas?
está quase a sair a segunda parte ;)

bj doce

SinneR disse...

Filipa Silva... obrigado e a explosão está quase a chegar ;)

bj doce

SinneR disse...

Lady Bug... todos nós temos o bocado de timidez, ou não?
vais matar essa curiosidade muito em breve ;)

bj doce

SinneR disse...

Sinfodónica... fico feliz que estejas a gostar.

bj doce

SinneR disse...

Rei doce... para tirares as dúvidas é melhor voltares em breve ;)

abraço

SinneR disse...

Bandys... volta em breve, para veres a continuação ;)

bj doce

SinneR disse...

A... muito bem vinda a este meu cantinho.
espero que não haja mal nenhum :)

bj doce

SinneR disse...

Cadinho RoCo... volte para saber o desfecho.

abraço

SinneR disse...

LÍRIO SELVAGEM... nada como esperar pela continuação ;)

bj doce

Diana Fonseca disse...

Curiosa para ler mais...

S. disse...

Pecar assim, quem não gosta?
Devias ser bonzinho e dar-nos a mostrar a continuação. Se começou bem, imagino o término.

Parabéns à autora, escreve bem e transporta-nos para o momento.

Um beijo

SinneR disse...

Diana Fonseca... já podes matar a tua curiosidade ;)

bj doce

SinneR disse...

S... não como um bom pecado.
vou ser bonzinho... ora vê lá se acaba bem !!! ;)

bj doce

Baby suicida disse...

olha que bonito.... ;)

SinneR disse...

Baby suicida... tem sempre a sua beleza ;)

bj doce

Perfect Love disse...

Linda escrita... muito sexy.
Abreijos

A nossa historia:
http://onossoamorperfeito.blogspot.com/

SinneR disse...

Perfect Love... sim, ela escreve muito bem.
até a mim que vivi o acontecimento depois de ler... excitou[me].

bj doce e abraço